Música búlgara em Orhid

Cheguei em Orhid, pequeno balneário à beira de um lago, no sul da Macedônia e cidade fronteiriça com a Albânia. Muita gente sabe que eu sou louco por música dos Balcãs. Como eu sou um sortudo da porra, cheguei desavisado no primeiro dia do Ohrid Balkan Festival 2014.

Bandas macedônias, sérvias, búlgaras, croatas e o colaborações da Austrália, Polônia e Israel também vieram e estão se apresentando nas ruas e em um antigo anfiteatro grego. Em Sófia, procurei por coros búlgaros para assistir e nada. Chegando aqui em Orhid, foi justamente uma banda búlgara a primeira a dar as graças no palco, pondo fim à minha breve frustração.

Continuar lendo

A casa da vó

Há muitas casas de vó por aí. E quando se viaja, vez ou outra você está lá de volta, na placenta da placenta. A dois fetos de distância, a matriarca da família Iguarán-Buendía oferece biscoitinhos e conselhos e obriga-o a agasalhar-se dentro de casa com cobertores velhos que certamente irão causar-lhe alergia.

Os panos da casa não combinam. Há um bicho de pelúcia gigante na sua cama, duro e vagabundo, arrematado em uma daquelas máquinas que pinçam brinquedos para crianças na vendinha perto de casa. O pobre urso cabisbaixo compõe o ambiente com uma colcha quadriculada, um tapete com motivos persas e uma almofada indiana com pequenos espelhinhos costurados no tecido e que arranham seu corpo levemente, o que o faz virar a almofada de cinco em cinco minutos. Cortinas são sagradas. O ambiente é levemente escuro. Vinho, marrom, verde-musgo, mas são o bege ou qualquer outra cor pastel os escolhidos para ocupar as grossas paredes da casa.

Continuar lendo

Novos protestos em Istambul

Hoje Istambul acordou mais policiada do que deveria. Faz exatamente 1 ano em que cerca de 2 mil pessoas se juntaram no Parque Gezi (que fica dentro do Taksim) para impedir sua destruição e construção de um shopping. O que levou as pessoas às ruas, em seguida, foi um misto de insatisfação com um governo conservador, islamista e extremamente autoritário e que já levava 10 anos no poder. Aqui, a polícia também atuou como no Brasil, reprimindo com violência, despreparo, matando alguns e ferindo muitos.

Veja fotos do dia.

Continuar lendo

Você nunca viu uma árvore como essa

Uma árvore que fala pode trazer nova luz à ciência moderna.

Você nunca viu uma árvore como essa.

A foto foi tirada em Vardzia, um dos locais mais sagrados da Geórgia. Lá encontram-se mais de 140 cavernas nos paredões que fazem parte de um vale incrível. São casas e igrejas, com afrescos que datam do século XII, usadas por monges cristãos que fugiram de invasões otomanas e persas.

O que mais impressiona aqui, no entanto, é uma estranha árvore, onde as flores nascem diretamente de sua casca. Não é só isso. Raros fenômenos relacionados à planta atraíram neste ano cientistas de 23 países. Continuar lendo

Do alfabeto na Geórgia, corações de galinha e maçãs do amor

Georgiano no computadorEm Batumi, na Geórgia, cidade fronteiriça com o leste da Turquia, a primeira impressão que se tem é que estão pichando um país inteiro. Com um dos alfabetos mais bizarros que já encontrei por aí, o georgiano é hipnotizante pelas suas curvas suaves, uma caligrafia cheia de montanhas arredondadas, vales, rios que correm entrecortados por pontes e corações de galinha (). E maçãs do amor (). Achou fofo?

É?

Continuar lendo

Qual a diferença entre Grã-Bretanha, Reino Unido e Inglaterra?

Para tudo! Sua tese de mestrado e sua reunião com o diretor podem esperar, afinal você não vai querer morrer sem saber disso. Dizem que é a primeira pergunta que fazem no juízo final. Não sabe a resposta, vai pro andar de baixo. E, não tô rogando praga, mas vai que você tem um AVC do nada, um raio na cabeça, beri-beri, ebola, o que for (apesar de que há maneiras mais classudas de morrer).

Vamos lá, qual a diferença entre o charme e o… entre Reino Unido, Grã-Bretanha e Inglaterra?

Continuar lendo